Rostos da emigração

Reportório visual da emigração no concelho de Cinfães (clicar sobre a imagem)

Pode ir consultando os álbuns com fotografias (sempre em actualização) de emigrantes por freguesia:

Rostos da emigração: Alhões
Rostos da emigração: Cinfães & outros 
Rostos da emigração: Espadanedo
Rostos da emigração: Ferreiros de Tendais
Rostos da emigração: Fornelos
Rostos da emigração: Gralheira
Rostos da emigração: Nespereira
Rostos da emigração: Oliveira do Douro
Rostos da emigração: Piães
Rostos da emigração: São Cristóvão de Nogueira
Rostos da emigração: Tarouquela
Rostos da emigração: Tendais

Recomendamos a leitura de
A mala do avô américo – um diário pós-viagem sobre um emigrante de Tendais, autoria de Paulo Teles

About the author

Nuno Resende, Historiador
Nasceu na vila de Cinfães em 1978

Comments

  1. Boa tarde. Sou brasileira e só recentemente soube que meu avô veio de Cinfaes no seculo XIX. Estou garimpando na internet na esperança de conhecer melhor minha origem. Estive em Portugal a passeio em 2017, mas fiquei na região de Lisboa. Soubesse na epoca minha ligação com Cinfraes teria visitado esta região. Via nas poucas fotos que tem um rio e embarcaçoes. Provavelmente meu avô tinha envolvimento com o oficio de construir barcos herdado dessa região, pois eles e os irmãos vieram para o Sul de Minas com intençao de fazer barcos para a travessia do Rio Grande.
    Nada sei da minha origem a nao ser isso que relatei. Nao sei se você irá ler… Caso leia e saiba algo da família Vieira da Silva eu agradeceria receber. De qualquer forma gostei de ver retalhos da historiadecinfaes. Grata Selma Vieira.

  2. Boa tarde Sr. Nuno Resende
    Talvez tenhamos algum parentesco pois minha 5a. avó Augusta de Resense, nascida em Aveloso era descendente do 6° Morgado de Velude, Álvaro Cardoso de Melo.

    Cumps

    Sandro Diniz Jorge

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Não faças copy-paste!